Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Fale conosco via Whatsapp: +55 12 98884 5913
No comando: Jambeiro FM a caminho do Sol

Das 00:00 às 04:00

No comando: Alvorada Sertaneja

Das 04:00 às 07:00

No comando: Sertanejo Classe A

Das 07:00 às 10:00

No comando: Café com a Psicóloga

Das 08:30 às 09:00

No comando: Musica e Informação com Alex Silva

Das 09:00 às 10:00

No comando: Revista Semanal

Das 10:00 às 12:00

No comando: Alex Silva com Música e Informação

Das 10:00 às 12:00

No comando: Almoçando com o Rei

Das 12:00 às 13:00

No comando: Tarde Musical Jambeiro FM

Das 13:00 às 16:00

No comando: Programa Sitio do Seu Dito

Das 16:00 às 18:00

No comando: Jambeiro a Noite

Das 21:00 às 00:00

No comando: Jambeiro a Noite

Das 21:00 às 23:00

No comando: JAMBEIRO FM DANCE CLUB

Das 22:00 às 00:00

No comando: O Poder da Fé

Das 23:00 às 00:00

Menu

Ônibus de turismo que tombou na Oswaldo Cruz, fazia viagem irregular segundo fiscais da ANTT.

Sete pessoas ainda estão hospitalizadas na região do Vale do Paraíba do acidente do ônibus de turismo tipo DD (Double Decker) que tombou no Sábado(13) no km 75 da Rodovia Oswaldo Cruz na cidade de São Luiz do Paratinga. São seis hospitalizadas no Regional de Taubaté, sendo três em estado grave, e uma em Ubatuba. A vítima internada na cidade do Litoral Norte tem estado de saúde estável.

As vítimas fatais do acidente segundo lista divulgada pela Arca Turismo, proprietária do ônibus são:  Felipe Ramiro dos Santos, de 24 anos; João dos Santos Leite, de 60 anos; Adimilson Ferreira dos Santos, de 41 anos; Solange Santana Novaes, a agente de saúde de 47 anos; Marizete Venâncio, que não teve a idade divulgada; e a filha do motorista, Ana Julia Sousa Santos, de 8 anos.

O acidente aconteceu por volta das 06h00 deste sábado, pelo Km 75 da rodovia, no trecho de São Luiz do Paraitinga. Havia 67 pessoas no veículo, modelo double, (66 passageiros e o motorista).

De acordo com informações do DER (Departamento de Estradas de Rodagem, o ônibus tombou no sentido de Ubatuba e havia saído de São Paulo com destino a Paraty(RJ).

Pelos histórico do boletim de ocorrência, segundo relatos colhidos no local, um veículo, fazia uma ultrapassagem irregular pelo local e vinha na contramão de direção do ônibus e para evitar o choque, o motorista do ônibus desviou para a esquerda e perdeu o controle da direção e tombou em cima de uma mureta existente no local

Minutos antes do acidente, o motorista do ônibus foi orientado pelo DER (Departamento de Estradas de Rodagem) e pela PRE, de que não poderia acessar o trecho de serra, a partir do KM 78. Ele fez o retorno para voltar para Taubaté e sofreu o acidente.

Na Santa Casa de Ubatuba, deram entrada 35 pessoas, sendo que uma morreu.

Os Bombeiros informam ainda que 09 passageiros foram levados para o Regional de Taubaté, seis para o Pronto-Socorro de São Luiz do Paraitinga e 12 pessoas ficaram ilesas no local.

VIAGEM IRREGULAR

De acordo com a Artesp,(Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transporte do Estado de São Paulo) que fiscaliza o transporte coletivo no Estado de SP disse em nota, que o ônibus foi alugado da Arca Turismo e que o veículo está com a documentação e licenças em dia. A Polícia investiga, se o ônibus sinistrado tentou burlar a fiscalização da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).pois o  destino final era a cidade de Paraty na costa verde do Rio de Janeiro, para realizar esta viagem era necessário uma autorização da autarquia federal para realização de uma viagem interestadual, o que o locatário do ônibus não tinha.

A suspeita dos fiscais, é que o ônibus chegaria em Ubatuba de onde de forma irregular, seguiria para Paraty.

Edson o locatário do ônibus, disse à polícia no local do acidente que não sabia que não era permitido o trânsito com ônibus na Oswaldo Cruz e que foi orientado pelo GPS a seguir pela via. No trecho de serra foi flagrado por agentes do Departamento de Estradas e Rodagem (DER) que pediram que ele não seguisse viagem. No retorno, perdeu o controle do veículo, que tombou.

A rodovia Oswaldo Cruz é restrita para o trânsito de coletivos e caminhões desde 2014, por causa do risco de acidentes, somente a Empresa São José mantém linha regular de ônibus na rodovia entre Taubaté x Ubatuba, sob força de liminar da Justiça.

Além disso, a dinâmica do acidente também é investigada pela polícia. No boletim de ocorrência consta que em depoimentos passageiros contaram que um veículo no sentido contrário teria feito uma ultrapassagem e invadido a pista em que o coletivo seguia. O motorista tentou desviar, mas o ônibus tombou e a lateral atingiu uma mureta de concreto.

O tacógrafo do coletivo foi apreendido pela polícia. Os agentes não divulgaram qual a velocidade do ônibus no momento do acidente, mas informaram que o item vai para a perícia. A Polícia Civil disse ainda que deve ouvir o motorista, mas que não colheu seu depoimento neste sábado (13) porque precisou ser sedado após saber da morte da filha.

Em nota a Arca Turismo dona do ônibus diz que o coletivo foi fretado de forma partcular da empresa e de acordo com a empresa, Edson não era motorista contratado por eles ou mantinha vínculo com a empresa.

Em nota, a empresa informou que acompanha as investigações e está dando suporte às famílias das vítimas e as vítimas que precisaram de atendimento médico.

A empresa lamentou o acidente e disse que se solidariza com todas as vítimas e familiares e que o ônibus tinha seguro.

A Agência Reguladora de Transportes de São Paulo (Artesp) informou que a empresa Arca Turismo estava com os registros em dia e com a vistoria válida até 2022.

Deixe seu comentário: