Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Fale conosco via Whatsapp: +55 12 98884 5913
No comando: Jambeiro FM a caminho do Sol

Das 00:00 às 04:00

No comando: Alvorada Sertaneja

Das 04:00 às 07:00

No comando: Sertanejo Classe A

Das 07:00 às 10:00

No comando: Café com a Psicóloga

Das 08:30 às 09:00

No comando: Musica e Informação com Alex Silva

Das 09:00 às 10:00

No comando: Revista Semanal

Das 10:00 às 12:00

No comando: Alex Silva com Música e Informação

Das 10:00 às 12:00

No comando: Almoçando com o Rei

Das 12:00 às 13:00

No comando: Tarde Musical Jambeiro FM

Das 13:00 às 16:00

No comando: Programa Sitio do Seu Dito

Das 16:00 às 18:00

No comando: Jambeiro a Noite

Das 21:00 às 00:00

No comando: JAMBEIRO FM DANCE CLUB

Das 22:00 às 00:00

Menu

Caso do escoteiro desaparecido no Pico dos Marins em 1985 é reaberto pela justiça

Após desaparecimento em 1985 e arquivamento do processo. O caso do garoto Marco Aurélio Simon é reaberto na justiça.

A abertura do caso se deve ao pai do garoto, o senhor Ivo Simon, 82, obter novos indícios de onde supostamente o seu filho havia sido morto e enterrado na região do pico do Marins. Ainda não previsões para conclusão das buscas.

O caso

Em 1985, Marco Aurélio junto ao seu grupo de escoteiros fazia uma visita ao pico dos Marins em piquete quando um de seus colegas de grupo se acidenta durante a escalada e marco Aurélio é autorizado a retornar ao acampamento abrindo o caminho na mata. O garoto de fato nunca mais foi visto desde então.

As buscas aconteceram durante 28 dias e movimentaram mais de 300 homens, entre militares e civis. Apontado como maior suspeito, o chefe dos escoteiros Juan Bernabeu Céspedes, foi interrogado na época e até mesmo sofrendo alegação de ter abusado e matado o garoto, mas não há provas quanto a isso.

 

Foto no Conteúdo

Deixe seu comentário: