Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Fale conosco via Whatsapp: +55 12 98884 5913
No comando: Jambeiro FM a caminho do Sol

Das 00:00 às 04:00

No comando: Alvorada Sertaneja

Das 04:00 às 07:00

No comando: Sertanejo Classe A

Das 07:00 às 10:00

No comando: Café com a Psicóloga

Das 08:30 às 09:00

No comando: Musica e Informação com Alex Silva

Das 09:00 às 10:00

No comando: Revista Semanal

Das 10:00 às 12:00

No comando: Alex Silva com Música e Informação

Das 10:00 às 12:00

No comando: Tarde Musical Jambeiro FM

Das 12:00 às 16:00

No comando: Programa Sitio do Seu Dito

Das 16:00 às 18:00

No comando: Jambeiro a Noite

Das 21:00 às 00:00

Menu

Biden pede que Trump ordene que invasores se retirem do Congresso

O presidente eleito dos EUA, Joe Biden, foi à TV na tarde desta quarta-feira (6) para lamentar os protestos pró-Donald Trump que tomaram conta do Congresso do país. Ele pediu que o republicano faça um pronunciamento em rede nacional para pedir o fim dos protestos e da invasão do prédio do Capitólio.

“Nossa democracia está sob um ataque sem precedentes, diferente de tudo o que já vimos. Vou ser bem claro, as cenas de caos não refletem nosso país e não representam quem somos. Vemos um pequeno grupo de extremistas causando desorem e caos, isso beira a sedição. A democracia é algo frágil”, disse o democrata, que estava em seu comitê de campanha em Wirmington, no Estado de Delaware.

  • Ele conclamou o republicano, que até o momento não aceitou sua derrota na eleição, a pedir que seus apoiadores parem a violência. “Desse modo, peço que o presidente Trump vá à televisão e cumpra seu juramento e ordene o fim desse cerco”, afirmou Biden.

“As palavras de um presidente importam, elas podem inspirar e podem incitar. Isso não é um protesto, é uma insurreição”, lamentou Biden. “Um ataque contra nossa capital e nossos representantes. Estou aqui mandando que todos parem e saiam do Congresso”.

Kamala Harris, vice-presidente eleita dos EUA, também usou o Twitter para manifestar apoio ao companheiro de chapa:

“Eu me junto ao presidente eleito Joe Biden para pedir o fim do ataque ao Capitólio e aos servidores públicos de nossa nação e, como ele disse, ‘permitir que o trabalho da democracia avance'”, diz a mensagem.

Deixe seu comentário: